Opinião

A Casa de Oração de Santa Rafaela Maria, em Palmela, promove, ao longo do próximo ano, 2017-2018, Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola na Vida Quotidiana. As inscrições já abriram no passado dia 10 de julho e decorrem até dia 01 de setembro.
14/07/2017
Vinho, férias, amor? Aparentemente, as ligações parecem óbvias, na medida em que este período é considerado como um produto de consumo, de descanso, de liberdade, onde os excessos são, regra geral, indulgenciados e esquecidos. Ler mais
479 Visualizações
04/07/2017
Abraçados por uma paisagem idílica, logo pela manhã, com o rio sob pano de fundo. Foi desta maneira que os Professores de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) da Diocese de Setúbal foram recebidos na Paróquia da Arrentela, no passado dia 01 de julho, no encontro de planificação do ano letivo de 2017/2018. Ler mais
553 Visualizações
03/07/2017
Teve lugar no passado dia 29 de junho e na presença do Bispo da nossa Diocese, D. José Ornelas o encontro de apresentação da ACEGE, movimento que procura promover boas práticas na gestão, baseadas em valores e na ética cristã que ajudem cada empresa / organização a criar mais valor para todos os que se relacionem com ela (acionistas, trabalhadores, clientes, comunidade...). Ler mais
568 Visualizações
03/06/2017
Cinquenta dias depois da Páscoa e aproveitando festividades dos Judeus que exultavam com o poder da Primavera, fazendo florir as plantas, amadurecer os frutos e preparar as colheitas, a tradição cristã cita, pela primeira vez, nos Atos dos Apóstolos, a Festa do Pentecostes, significando a “descida” do Espírito Santo sobre os Apóstolos, impulsionando-os a irem pelo Mundo fora espalhar a Boa Nova de Jesus. Era a cristianização da festa judaica que celebrava a força criadora da Natureza. Ler mais
501 Visualizações
25/03/2017
Para mim, escrever o Editorial sempre se revelou uma tarefa que fiz a contragosto: já que é a peça que define a «política» editorial e «posição oficial» do jornal (por sair da pena do Diretor em pessoa) fi-lo o menos possível e com muita parcimónia, não porque não goste de escrever mas porque, sinceramente, não acho que as minhas palavras sejam assim tão importantes para a maior parte do público, só porque são da «autoridade máxima» do periódico. Ler mais
1,031 Visualizações